Está aqui

Dia mundial sem tabaco

Segunda, 31 Maio, 2021 - 09:45

O Dia Mundial Sem Tabaco foi criado pelos Estados-membros da OMS (Organização Mundial de Saúde) em 1987 e é comemorado todos os anos em 31 de maio. O objetivo da data é aumentar a consciencialização sobre os efeitos prejudiciais do uso do tabaco e da exposição ao fumo passivo, e desencorajar o uso do tabaco em qualquer uma de suas formas.
O tabaco mata até metade do seu número de fumadores. Por ano, mais de 8 milhões de pessoas morrem, das quais mais de 7 milhões são fumadores e cerca de 1,2 milhões são não fumadores expostos ao fumo passivo. Quase 80% de fumadores no mundo vivem em países de baixo e médio rendimento. É uma das maiores ameaças à saúde pública que o mundo já enfrentou. O tabagismo passivo causa cerca de 1,2 milhões de mortes prematuras por ano.
O consumo de tabaco é a segunda principal causa de doença cardiovascular, a seguir à hipertensão arterial. O consumo de tabaco e a exposição ao fumo ambiental contribuem para aproximadamente 12% do total de mortes por doença cardíaca em todo o mundo. A epidemia global do tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas por ano, no mundo, dos quais cerca de 900.000 são não fumadores que morrem por exposição ao fumo do tabaco.
O fumo do tabaco contém mais de 4000 produtos químicos, dos quais pelo menos 250 são prejudiciais, e mais de 50 causam cancro. Não existe um nível seguro de exposição ao fumo passivo do tabaco. Nos adultos, o tabagismo passivo provoca perturbações cardiovasculares e respiratórias graves, nomeadamente doenças coronárias e cancro do pulmão. Entre as crianças, o risco de morte súbita e os problemas respiratórios aumentam. Em mulheres grávidas provoca complicações da gravidez e baixo peso do recém-nascido. Todos os anos, 65.000 crianças morrem de doenças atribuídas ao tabagismo passivo. As leis de proibição de consumo em locais públicos, protegem a saúde dos não fumadores e incentivam os fumadores a deixarem de fumar.
Estudos demonstram que poucas pessoas compreendem os riscos específicos do consumo de tabaco para a saúde. Por exemplo, um estudo realizado na China em 2009 revelou que apenas 38% dos fumadores sabiam que o tabaco causava doenças coronárias, e apenas 27% sabiam que ele causava acidentes vasculares cerebrais. A maioria dos fumadores que conhecem os perigos do tabaco querem deixar de fumar. Mesmo as pessoas que fumam menos de cinco cigarros por dia apresentam maior risco de desenvolver doença coronária, adverte a DGS. Aconselhamento e medicação ajudam ao sucesso de fumador que quer parar de fumar. Apenas 26 países, representando 33% da população mundial, têm serviços nacionais abrangentes para ajudar os consumidores a parar de fumar.
Consultar também:
https://www.who.int/campaigns/world-no-tobacco-day/world-no-tobacco-day-...

Referências:
https://www.fundacaoportuguesadopulmao.org/destaques/conteudos/dia-mundi...
https://www.sns.gov.pt/noticias/2018/05/30/dia-mundial-sem-tabaco-2/

HSEIT - Gab Comunicação e Imagem / DSTI
webmaster@hseit.pt

Encarregado de Protecção de Dados
dpo.hseit@azores.gov.pt

Todos os direitos reservados:
HSEIT, EPER / 2012 - 2020
Ficha Técnica